Fale Conosco
Ietech São Carlos - Unidade Central
Endereço: Avenida São Carlos, 2417
Central de Informações: (16) 3416.6724
E-mail: atendimentoja@ietechsaocarlos.com.br
E-mail: gerencia@ietechsaocarlos.com.br
CNPJ: 14.985.525/0002-19


Horário de funcionamento
De segunda a sexta-feira, das 8 às 22:30 horas, e aos sábados, das 8 às 17 horas.
Parceiros Educacionais

Ietech - Escola de Gastronomia
Avenida São Carlos, 2440 - Centro
São Carlos - SP CEP: 13560-011

Telefone: (16) 3416-6724





Você está aqui: Página Principal / Regulamento Geral - Cursos de Gastronomia


 


1– DA COMPETÊNCIA

O Instituto de Educação e Tecnologia de São Carlos - IETECH, entidade jurídica de direito privado, com autonomia técnica, administrativa e financeira, tem como objetivo implantar programa permanente de educação, conscientização e informação da sociedade sobre Cursos de Gastronomia.

O presente instrumento visa regulamentar os Cursos de Gastronomia voltados ao atendimento das necessidades de capacitação e aperfeiçoamento de profissionais do Mercado Gastronômico.

 

2– DOS CURSOS/MODALIDADES

Os Cursos de Gastronomia são promovidos com o objetivo de formar, desenvolver competências técnicas e aprimorar os conhecimentos dos diversos segmentos de Gastronomia. Os temas são desenvolvidos de acordo com as exigências do mercado, possibilitando aos profissionais uma visão mercadológica, prospectiva e eficiente.

Há duas modalidades de cursos: Abertos, para o público em geral, e Fechados, para Empresas que desejam qualificar seus colaboradores/funcionários.

 

2.1– INSCRIÇÃO

Para inscrever-se o aluno deverá preencher a ficha de inscrição disponível no Departamento de Matrículas da Escola IETECH, obedecendo à data do período de inscrição e efetuar o pagamento referente ao Curso.

A inscrição implica a irrestrita aceitação, por parte do aluno, dos termos deste Regulamento.

Para concretizar a inscrição, o aluno deverá apresentar os documentos abaixo, até o último dia do período de inscrição no curso, na Central de Matrículas Escola.

  • Cópia da carteira de identidade e do CPF;
  • Cópia do Comprovante de Residência atual;
  • Contrato de adesão devidamente assinado.

Para cursos téncicos consulte os documentos necessários na Central de Matrículas

É condição básica, nos cursos ministrados pela Escola, o cumprimento das exigências relativas à documentação, aos pré-requisitos e às obrigações financeiras.

A Escola se reserva o direito de cancelar/adiar o Curso até um dia antes do seu início, comunicando o fato aos alunos já inscritos. No caso de cancelamento, os alunos serão reembolsados integralmente da importância paga.

Após o término das inscrições, caso o curso escolhido não atinja o quórum mínimo, a Escola se reserva o direito de não formar turma.

 

2.2– DA NECESSIDADE DE ATENDIMENTO ESPECIAL

As necessidades especiais das pessoas com deficiência (PCDs) e dos alunos que necessitam de condições especiais para a realização do Curso deverão ser informadas no ato da inscrição, a fim de que o local de realização do Curso possa ser adequado.

O aluno deverá apresentar na Secretaria da Escola, no ato de inscrição, o atestado médico com indicação do Código Internacional de Doenças (CID) que comprove a necessidade especial junto com os demais documentos do pré-requisito para inscrição no Curso.

O aluno que não se manifestar, na forma dos itens acima, não poderá ter atendimento especial durante a realização do Curso.

O(a) aluno(a) que tiver necessidade de amamentar durante a realização do Curso e/ou prova deverá levar um acompanhante que ficará em sala reservada e será responsável por assistir a criança ao longo das aulas.

Não haverá compensação do tempo de amamentação no período destinado à aula e nem à prova.

Os alunos com necessidades especiais participarão do Curso em igualdade de condições com os demais no que se refere ao conteúdo da prova, avaliação, critérios de aprovação, dia, horário, local de prova e nota mínima exigida.

 

2.3– MATERIAL DIDÁTICO

A lista de material didático específico para cada curso será entregue aos alunos efetivamente matriculados para aquisição do mesmo até o primeiro dia de aula prática.

Para os Cursos Técnico e Curso de Alta Gastronomia os alunos deverão possuir Enxoval Básico para participação nas aulas práticas, contendo os itens:

  • Abridor de lata e garrafas                                      
  • Copo Medidor
  • Aro Inox 8 cm                                                           
  • Descascador de Legumes
  • Boleador                                                                   
  • Faca de Chefe de 8’
  • Colher de Silicone ( Espátula)                                
  • Faca de Legumes
  • Colher de Mesa (Refeição)                                     
  • Faca de Mesa
  • Conjunto de Colher Medida                                 
  • Faca de Sobremesa
  • Conjunto de Xícara Medida                                  
  • Garfo de Sobremesa                               
  • Espátula de Confeitaria com degrau                   
  • Luva Térmica
  • Faca de Desossar                                                    
  • Pedra para Afiar (opcional)
  • Faca pequena de serra                                          
  • Pegador Geral
  • Faca de pão                                                             
  • Peneira para Alimentos Secos
  • Fouet/Batedor tipo pêra                                        
  • Pincéis com Cerdas de Silicone P / M
  • Garfo de mesa                                                         
  • Ralador de Noz Moscada
  • Garfo Inox para assados                                        
  • Raspador de Limão (zester)
  • Pão Duro                                                                 
  • Tesoura Multiuso
  • Pagador Inox Multiuso                                         
  • Porta Utensílios (pasta Chef de Cozinha)
  • Pinças Inox Multiuso
  • Saco de Confeitar (descartável)
  • Aro Inox 10 cm
  • Balança Digital de Precisão
  • Acendedor Automático
  • Chaira
  • Colher de Arroz
  • Colher de Sobremesa
  • Conjunto de Bicos para Confeitar
  • Conjunto de Cortadores de Biscoito   

UNIFORME:

•Calça xadrez de cozinheiro sem bolso ou com bolso interno;

•Dolmã branca Padrão •Avental de cintura branco

•Chapéu ou bandana branca (touca descartável se necessário);

•Sapato preto ou branco, fechado, impermeável, antiderrapante.

 

2.4– AVALIAÇÃO

O rendimento da aprendizagem será mensurado por meio de provas ou de trabalhos previstos na(s) disciplina(s) que compõe(m) o curso.

As provas serão elaboradas, aplicadas e corrigidas pela Escola. É obrigatória a presença dos alunos em todas as avaliações programadas (provas e apresentação de trabalhos). Os temas dos trabalhos serão definidos pelos Docentes/Coordenação.

Durante a realização das provas, será excluído e automaticamente reprovado o aluno que:

  • for surpreendido com “cola” ou em comunicação verbal, escrita ou por qualquer outra forma com outro aluno ou pessoa estranha;
  • portar ou fizer uso de instrumentos eletrônicos para meios de comunicação;
  • utilizar-se de qualquer meio fraudulento durante as provas; e
  • negar-se a cumprir as normas estabelecidas pela Escola.

 

2.5– CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO, SEGUNDA CHAMADA E RECUPERAÇÃO

Para aprovação, o aluno deverá cumprir 2 (duas) exigências:

obter média mínima 6 (seis) por disciplina(s)/atividade(s) que compõe(m) o curso; e

frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) por disciplina(s) que compõe(m) o curso.

O abono de faltas para a frequência às aulas só será concedido nos casos e condições relacionados a seguir e devidamente comprovados por documentos 

A solicitação de abono de falta(s) de frequência às aulas, acompanhada da devida documentação, deverá ser apresentada mediante requerimento no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas após a volta às aulas.

O aluno que tiver a falta abonada nos termos do item 2.5 (b) fará prova de segunda chamada no dia e hora definidos pela Escola. Atribuir-se-á nota 0 (zero) à prova de segunda chamada à qual o aluno deixar de comparecer.

A(s) avaliação(ões) de segunda chamada deverá(ão) ter os mesmos critérios da(s) avaliação(ões) exigida(s) para o aluno obter sua aprovação.

O aluno que não obtiver a média mínima exigida na(s) prova(s) regular(es) ou de segunda chamada poderá requerer prova de recuperação, por meio de requerimento junto à Coordenação do Curso.

Será considerado aprovado na prova de recuperação o aluno que alcançar a média mínima 06 (seis) e que tenha atingido, durante o Curso, frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) por disciplina(s) que o compõe(m).

O aluno ausente à(s) prova(s) de recuperação será reprovado no Curso.

 

2.6– DOS RESULTADOS

Os resultados das avaliações serão entregues pelo docente em sala de aula, ou estarão disponíveis na Secretaria Escolar.

O relatório com as informações do desempenho dos alunos, aprovados, reprovados e ausentes,  inscritos por pessoa jurídica, será encaminhado pela Coordenação do Curso ao RH da Empresa.

 

2.7– DESISTÊNCIA

Em caso de desistência do Curso, o aluno deverá formalizar a solicitação, por meio de requerimento por escrito, na secretaria da Escola.

 

2.7.1– Cancelamento

O CONTRATANTE que comunicar seu cancelamento do Curso e/ou do cumprimento de crédito por disciplina, mediante requerimento por escrito, em até 07 (Sete) dias após a realização do Contrato, terá direito a reembolso da importância paga das mensalidades, ficando retido o valor pago referente a taxa de matrícula.

Parágrafo Primeiro: O CONTRATANTE que comunicar seu cancelamento do Curso e/ou cumprimento de crédito por disciplina, após o prazo mínimo fixado no caput desta cláusula, porém até a data de início do curso, fará jus ao reembolso da quantia paga descontado, nessa hipótese, o percentual de 100% do valor da matrícula, e o percentual de 10% (dez por cento) do valor pago das mensalidades, destinados a cobrir gastos com a realização do Curso.

Parágrafo Segundo: O CONTRATANTE que comunicar seu cancelamento do curso e/ou cumprimento de crédito, após o início do Curso, não terá direito ao reembolso das quantias pagas e/ou concessão de crédito.

Parágrafo Terceiro: O CONTRATANTE que deixar de comparecer às atividades escolares sem manifestar desistência, não cancelando sua matrícula por requerimento, será reprovado por frequência ou notas nas disciplinas em que estiver matriculado e suas parcelas continuarão a ser cobradas até o final do módulo/curso, sendo certo que a falta de pagamento será caracterizada como inadimplência para todos os fins de direito.

Parágrafo Quarto: A rescisão será feita sobre o valor integral do curso sem incluir o benefício de desconto.

Parágrafo Quinto: A CONTRATADA poderá rescindir o presente Contrato sem qualquer restituição de valores pagos na hipótese do CONTRATANTE comprometer o nome ou a reputação da CONTRATADA ou praticar atos de indisciplina ou outras infrações previstas nos Regulamentos da CONTRATADA.

 

2.7.2– Abandono do Curso

O aluno que deixar de comparecer às atividades escolares sem manifestar desistência, não cancelando sua matrícula, por requerimento, será reprovado por frequência ou notas, e suas parcelas continuarão a ser cobradas. A falta de pagamento será caracterizada como inadimplência.

 

3– CERTIFICADOS

Após a divulgação do resultado final pela Coordenação do Curso, a Escola fornecerá o Certificado de Conclusão, no prazo de 30 (trinta) a 90 (noventa) dias úteis, a depender do curso, aos alunos aprovados, e que estejam quites com todas as orbigações cumpridas.

Os certificados dos alunos aprovados, inscritos por pessoa jurídica, serão encaminhados ao RH da Empresa.

 

4– DISPOSIÇÕES GERAIS

A Escola se reserva o direito de suspender ou desligar do curso, a critério da direção, o aluno que se manifestar ou se comportar de forma considerada desrespeitosa ou inconveniente, bem como se descumprir as regras estabelecidas no presente Regulamento.

Compete à Coordenação de Curso orientar e atender às dúvidas relacionadas à realização do Curso.

Alguns cursos poderão ser realizados em módulos, em função da carga horária, sendo certo que, nestes casos, a Escola repassará todas as informações necessárias aos alunos.

Os casos não previstos neste Regulamento serão analisados e submetidos à decisão da Direção da Escola.

A nenhum aluno será permitido alegar o desconhecimento deste Regulamento.

 

5– MANUAL DE CONDUTAS EM AULAS PRÁTICAS

5.1.  Regras da Cozinha Didática

Cada aluno será responsável pela segurança e sua integridade física e de seus colegas, bem como pela manutenção dos equipamentos, utensílios e dependências físicas do local. Para tal é necessário estar atento às seguintes regras e condutas:

a. Higiene Pessoal:

•Tomar banho diariamente e lavar os cabelos frequentemente;

•Escovar os dentes;

•Conservar as unhas curtas, limpas, sem uso de nenhum produto como

esmaltes ou bases;

•Não usar maquiagem, hidratantes, cremes, perfumes ou outros produtos de perfumaria com fragrâncias acentuadas;

•Não usar barba ou bigode;

•Não usar nenhum tipo de adorno, como brincos, piercings, colares, pulseiras, anéis ou alianças, colares, relógios, etc.;

•Usar cabelos presos e totalmente protegidos por uma rede, touca descartável ou vestimenta similar;

•Somente entrar na área de preparo de alimentos trajando uniforme e calçado apropriado, limpo e conservado;

•Trocar o uniforme diariamente;

•Lavar as mãos de maneira adequada sempre que chegar à área de preparo de alimentos, após trocar de atividade, ir ao banheiro, abrir a porta, usar esfregões, panos ou materiais de limpeza, recolher lixo ou outros resíduos, tocar em sacarias, caixas, garrafas e sapatos, tocar em alimentos não higienizados ou crus, etc., conforme indicado no item 5 deste manual;

•Não provar os alimentos com as mãos ou com os mesmos utensílios de preparo dos alimentos; utilize uma colher específica para isso e lave-a ou descarte-a imediatamente;

•É vedado fumar, comer gomas de mascar ou balas, tossir, espirrar, colocar o dedo no nariz ou ouvido, tocar nos cabelos, enxugar suor com as mãos, panos ou vestimenta, cantar, assoviar, falar

desnecessariamente e manipular objetos externos (dinheiro, relógio, dentre outros.) durante a manipulação dos alimentos;

•Ao final das aulas práticas, após a autorização do professor responsável pela disciplina, o aluno poderá utilizar máquinas fotográficas ou aparelhos celulares para fotografar os pratos desenvolvidos para fins didáticos;

•Os alunos que apresentarem sintomas de doenças infeciosas, como gripes e diarreias, devem ser afastados das atividades de manipulação de alimentos;

•Os alunos que apresentarem cortes ou lesões não devem manipular alimentos ou superfícies que entrem em contato com os alimentos, a menos que as lesões estejam efetivamente protegidas por curativo e uma cobertura à prova d’água, como dedeiras ou luvas protetoras impermeáveis.

 

b. Higiene de materiais e utensílios:

Os alunos são responsáveis pela limpeza total de sua área de trabalho, bem como dos utensílios ao final da aula.

Antes de iniciar a manipulação de alimentos e sempre que houver troca de atividades, as bancadas de trabalho devem ser higienizadas, observando os seguintes procedimentos:

•Lavar com água e detergente;

•Enxaguar;

•Aplicar Álcool 70% (deixar secar naturalmente e não enxaguar)

 

c. Higiene dos alimentos:

Os vegetais devem ser higienizados de acordos os seguintes procedimentos:

•Lavar criteriosamente com água potável;

•Desinfecção por imersão em solução de hipoclorito de sódio 100-250 ppm (preparada conforme item 2.d.), por 15 minutos;

•Enxaguar com água potável.

 

d. Preparo de solução de hipoclorito de sódio 100-100 ppm:

•Realizar o preparo de acordo com as instruções do fabricante encontradas no rótulo do produto;

•Quando utilizar a água sanitária para uso geral (2,0 -2,5%) diluir 10 ml (1 colher de sopa rasa) de água em 1 litro de água.

 

e. Conduta Pessoal

•Ser pontual (não será permitida a entrada de alunos na cozinha após as 30min do horário de início)

•Não consumir alimentos nem bebidas durante o preparo; caso seja necessário verificar o sabor de alguma preparação, utilizar uma colher e lavá-la imediatamente;

•Manter um bom relacionamento com colegas e professores, com respeito e cordialidade;

•Evitar condutas perigosas, especialmente com utensílio cortantes;

•Não utilizar celular, máquinas fotográficas, ou outros equipamentos eletrônicos durante a manipulação dos alimentos;

•Manter organizada e limpa sua área de trabalho;

•É vedado aos alunos consumir bebidas alcóolicas na cozinha didática, fumar trajando o uniforme de aula e transitar entre as cozinhas onde esteja ocorrência aulas de outras disciplinas;

•O desrespeito a qualquer uma das Regras da Cozinha Didática é passível de punição por parte da Escola IETECH. O aluno que não cumprir os itens acima dispostos não poderá permanecer na cozinha e, portanto, não estará autorizado a participar das aulas práticas.

 

5.2. PROCEDIMENTOS GERAIS

Ao chegar à Escola IETECH nos dias de aula prática seguir as seguintes orientações:

•Retirar e guardar todos os adornos e objetos que não serão usados na execução das aulas (brincos, relógios, celulares, etc.)

•Separar seu uniforme de trabalho e guardar os demais pertences (bolsas, mochilas, etc.);

•Prender os cabelos, caso necessários;

•Vestir o uniforme de aula, inclusive touca ou rede caso seja necessário; pedir a algum colega que verifique se não há nenhum cabelo solto em seu uniforme;

•Guardar todo seu material nos armários disponíveis nas salas de aula.

Não será permitida a entrada com bolsas e mochilas dentro da cozinha;

•Lavar as mãos.

 

5.3. ARMÁRIOS PARA GUARDAR O MATERIAL PESSOAL DOS ALUNOS

•As salas de aula do curso de gastronomia do IETECH contam com armários, para que os alunos guardem seus objetos pessoais durante as aulas práticas. O número de armário é limitado a 16 compartimentos, e, portanto, os alunos deverão se organizar neste espaço, de maneira harmoniosa;

•Para utilização destes armários, os alunos deverão trazer seu próprio cadeado, sendo ele o único responsável pelos itens ali guardados;

•Ressalta-se que é terminantemente vedado ao aluno manter seus pertences no armário fora do horário de aula prática. Caso esta prática seja observada a Escola IETECH poderá realizar o arrombamento do mesmo para retirada dos pertences.

 

5.4. PROCEDIMENTO ADEQUADO PARA HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS

Para o a higienização das mãos siga os seguintes passos:

•Utilize água corrente para molhar as mãos e antebraços;

•Aplique sabonete líquido, neutro e inodoro nas mãos. Esfregue a palma das mãos, o dorso das mãos, o dorso dos dedos, os dedos, o espaço entre os dedos, inclusive entre o indicador e o dedão, as unhas,o punho e o antebraço.

•Enxágue bem com água corrente retirando todo o sabonete;

•Seque-as com papel toalha não reciclado ou outro sistema de secagem eficiente, como ar quente;

•Esfregue as mãos com um pouco de produto antisséptico (álcool 70%) e deixe secar naturalmente.

É expressamente proibido ao aluno efetuar, através de qualquer equipamento, fotografia e a gravação em vídeo das aulas, sendo certo que o descumprimento de tal regra poderá acarretar, em definitivo, a exclusão do aluno do referido Curso.

 

SOBRE A NECESSIDADE DE ATENDIMENTO ESPECIAL

Para frequentar o Curso

Os alunos que necessitam de condições especiais para a realização do Curso deverão informar no ato da inscrição.

Para frequência das Aulas e/ou realização das Provas

Entendem-se por necessidade de atendimento especial:

  • necessidade de sala com fácil acesso no caso de dificuldade de locomoção;
  • necessidade de carteira e mesa separadas. Dependendo da disponibilidade do local, o aluno poderá ser alocado em uma sala sozinho para realização da Prova. Nesse caso, o aluno será acompanhado por 1 (um) fiscal.
  • necessidade de auxílio de fiscal ledor. Nesse caso, além de auxiliar na leitura da prova, o fiscal  ledor, sempre sob a supervisão de outro fiscal devidamente treinado, marcará as respostas para Prova do aluno. Ao final da Prova, será lavrado um termo no qual o aluno concordará com as marcações e com o texto transcrito para o caso de questões discursivas.
  • necessidade de a Prova ser confeccionada de forma ampliada. Nesse caso, será oferecida Prova com tamanho de letra correspondente ao corpo 24 (vinte e quatro);
  • aluno que necessitar utilizar óculos escuros, protetores auriculares ou quaisquer acessórios de cobertura para cabeça;
  • aluno que estiver impossibilitado de transcrever as respostas da Prova. Nesse caso, o aluno será acompanhado por 1 (um) fiscal. Ao final da Prova, será lavrado um termo no qual o aluno concordará com as marcações que foram efetuadas na Prova.